Tweet do dia – Prefeitura de Camaçari

80xlz

A Comlurb participou neste domingo (07/12) de uma ação de conscientização na Prainha!

por Comlurb
08/12/2014 12:07:00

Foto: Comlurb

Foto: Comlurb

A Comlurb participou neste domingo (07/12) de uma ação de conscientização de limpeza na Prainha. O evento foi promovido pela Associação de Amigos e Surfistas da Prainha e contou com a presença do subprefeito da Barra, Alex Costa.

O Grupo Chegando de Surpresa animou os banhistas com musicas sobre limpeza urbana e meio ambiente, com a participação do gari Renato Sorriso e equipes de conscientização do Programa Lixo Zero. Enquanto a festa acontece, as equipes do Lixo Zero estarão conversando com moradores e visitantes sobre a importância de descartar o lixo corretamente, mantendo limpa a praia.

Prefeitura faz mutirão de limpeza na Ilha do Francês

Foto: Ana Chaffin

Foto: Ana Chaffin

por Alexandre Bordalo, da Prefeitura Municipal de Macaé
07/12/2014 11h57

Nos períodos da manhã e da tarde deste sábado (6), a prefeitura realizou o projeto ‘Verão Limpo’, na Ilha do Francês. Um mutirão de limpeza foi promovido pela Secretaria de Ambiente (Sema). Quarenta pessoas – entre funcionários da Secretaria de Limpeza, da Defesa Civil, da Guarda Ambiental e do Iate Clube, além de membros do 43º Escoteiro (Frade) e alunos do Núcleo em Ecologia e Desenvolvimento Sócio-Ambiental de Macaé (NUPEM), estiveram no arquipélago de Sant’Anna.

Na ocasião, foram recolhidos 25 sacos de lixo da ilha do Francês, com capacidade para 50 litros cada. De acordo com o secretário de Ambiente, Gerson Lucas, o objetivo do projeto é promover a conscientização. “Macaé é rica turisticamente em contar com cachoeiras, serra, lagoa, rios, ilhas e praias. É preciso promover a preservação”, pontua.

Durante a limpeza feita no local, pichações foram apagadas com jato d’água. Para o assessor da Sema, o ambientalista Vicente Klonovsk, elas ofendem a paisagem. “É necessário deixar a ilha bonita como um importante ecossistema que é. O material recolhido (plástico, latas de alumínio, restos de carvão, sacos de biscoito, carteiras de cigarros e outros) é deixado lá por turistas com maus hábitos. Mas muitos resíduos chegam à ilha levados por correntes marinhas. Todo esse lixo afeta peixes e aves, que se alimentam com algas marinhas, pois as confundem com sacolas de plástico, que os asfixia”, explicou.

A simples ação de recolher o próprio lixo das margens dos recursos hídricos e descartá-lo em local adequado ajuda a reduzir as consequências diretas da presença de resíduos em ambientes marinhos e costeiros.

Entre as consequências diretas do descarte de lixo nas praias e nas margens dos rios estão os danos aos seres vivos do ecossistema, como peixes, aves, tartarugas, mamíferos marinhos e invertebrados; a introdução de espécies exóticas (através da dispersão de plásticos flutuantes); os prejuízos à navegação e às atividades pesqueiras; a degradação da paisagem; o aumento de despesas municipais com limpezas periódicas; a dispersão de doenças através da proliferação de roedores e insetos e a diminuição das receitas advindas do turismo.

O projeto ‘Verão Limpo’ teve início neste sábado. No dia 20 será a vez de a mesma ação de limpeza ser feita nas praias do Pecado e dos Cavaleiros, numa parceria entre a Sema e a Ong Ambiental Aqualung. Os interessados em participar devem entrar em contato através de um dos telefones: (DDD 22) 2796-1380, 2796-1151 ou 2796-1280.

Alunos de Cabedelo participam de projeto sobre coleta de lixo em Praia Formosa

Foto: Michael Sampaio

Foto: Michael Sampaio

por Secom Cabedelo
4/12/2014

A Secretaria de Meio Ambiente, Pesca e Aquicultura (Semapa) e a Secretaria de Educação (Seduc) de Cabedelo participaram, nesta quarta-feira (03), da programação da II Semana Náutica da Paraíba, que vem acontecendo desde o último dia 30 na cidade. A atividade, realizada em Praia de Formosa, teve por finalidade a coleta de lixo marinho, e fez parte do projeto “Sudema na escola é toda semana”, de iniciativa da Coordenadoria de Educação Ambiental (Ceda) da Superintendência de Desenvolvimento do Meio Ambiente (Sudema).

Na ocasião, alunos do 9° ano da Escola Municipal Major Adolfo Maia percorreram cerca de um quilômetro recolhendo dezenas de resíduos das areias da Praia Formosa. A turma foi dividida em 04 grupos, cada grupo ficou responsável por colher um tipo de material (metal, papel, vidro e outros resíduos). Na chegada, na Sport Marina, foram realizadas apresentação de teatro de bonecos e servido um lanche para os participantes.

“Esse tipo de prática educacional é de suma importância, por ser um trabalho que vai além da classe, que leva o aluno a campo para mostrar a realidade de uma problemática que existe não só no nosso município, mas em todo o litoral brasileiro, que é o lixo nas praias. Através dessa iniciativa, busca-se conscientizar sobre a importância de coletar o lixo, separá-lo e usar locais adequados para o descarte. Isso facilita, sem dúvida, o trabalho do poder público que, sozinho, não consegue avançar, por isso precisa do apoio da comunidade e, sobretudo, a participação dos jovens que podem transmitir os ensinamentos”, destacou Walber Farias, à frente de Semapa em Cabedelo.

A coordenadora de Educação Ambiental da Sudema, Karina Massei, falou sobre os objetivos maiores do projeto, que é a criação de ecopontos nas cidades com base nas escolas.

“A escola que aceita esse projeto tem o objetivo principal de virar um ecoponto e também mobilizar a comunidade. É uma educação de dentro para fora,para que se consiga envolver a associação dos pais de alunos e os catadores da região, identificando essas pessoas e atuando junto a elas. Trabalhamos com a educação informal associada com a formal e, também, com a formação de professores. Além disso, fazemos a parte institucional com as Prefeituras e as várias secretarias, como Educação, Infraestrutura, Meio Ambiente, Esportes e Turismo”.

“Sudema na Escola” – O projeto “Sudema na escola é toda semana” foi desenvolvido em Cabedelo com os alunos do 9º ano da Escola Major Adolfo Pereira Maia, localizada no bairro do Monte Castelo. Durante 04 encontros, ao longo do mês de novembro, equipes da Ceda realizaram palestras e dinâmicas com a turma, no sentido de promover a conscientização sobre a importância da correta gestão dos resíduos sólidos.

Para o professor Guilhardo Martins, o projeto veio somar às atividades já desenvolvidas em suas aulas na Escola.

“Trabalhamos desenvolvendo projetos de educação ambiental na Escola, a exemplo da horta vertical, através do reaproveitamento de garrafas pet para plantar hortaliças. Esse projeto que alia conhecimento e conscientização sobre o manejo dos resíduos sólidos é muito importante nesse processo. Pretendemos dar prosseguimento a essa parceria, para incluir turmas mais jovens nas ações de educação ambiental”, concluiu.

João Henrique Dornelas, 16 anos, morador de Camalaú e participante do projeto, falou de suas impressões sobre a ação desenvolvida.

“Esse projeto é essencial nos dias de hoje. Chegamos a um ponto em que é preciso que isso aconteça, e não apenas uma vez por ano. Era necessário ter sempre palestras sobre esse assunto, afinal a gente tem que agir, não pode mais deixar de lado a questão, é preciso se informar mais. Tem que alertar os jovens, principalmente numa cidade como Cabedelo, que sofre demais com a degradação provocada pela desembocadura do rio que traz muito lixo e afeta seriamente o meio ambiente”.

II Semana Náutica – As atividades da II Semana Náutica, realizadas em Cabedelo, começaram no último dia 30 e seguem até a próxima segunda-feira (08). A Semana é uma promoção da Associação Náutica da Paraíba, com o apoio da Prefeitura Municipal de Cabedelo. O evento intitulado “A Paraíba na Vitrine do Turismo Náutico do Brasil” está sendo realizado no Iate Clube da Paraíba, no bairro do Jacaré, e visa promover o desenvolvimento do setor náutico no estado da Paraíba e no município de Cabedelo.

Tweet do dia – Mauricio Szalanski

Tweet do dia – isa